Quais impostos devem ser pagos para conseguir transitar com seu veículo em São Paulo

Para obter o licenciamento de seu veículo e poder transitar pelas ruas da cidade sem nenhum problema, será necessário estar com os documentos em dia. E para que isso aconteça, o proprietário deverá pagar dois tributos para, depois, realizar a pagamento da taxa de licenciamento. São eles o IPVA e o DPVAT.

O pagamento destes tributos é muito importante, pois além de seu papel social, eles podem livrar os motoristas de mais dores de cabeça. Isso porque se ele se envolver num acidente e não estiver em dia com o pagamento do seguro obrigatório, os custos relacionados a vítima deverão sair de seu próprio bolso.

No artigo de hoje, abordaremos todos os pontos mais importantes a respeito do DPVAT São Paulo. Não deixe de compartilhar esse artigo com amigos e familiares que também precisam aprender mais sobre o seguro. Saiba mais:

Quais impostos devem ser pagos para conseguir transitar com seu veículo em São Paulo

Quais impostos devem ser pagos para conseguir transitar com seu veículo em São Paulo

DPVAT São Paulo

O DPVAT SP nada mais é que o seguro obrigatório que beneficia vítimas (e seus familiares) de acidentes de trânsitos. Fazer o pagamento deste tributo é essencial para todos os motoristas, e o mesmo é cobrado anualmente pelo Detran, acompanhado da primeira parcela do IPVA.

O seu objetivo é o de servir como um fundo público para arcar com os custos relacionados as vítimas de acidentes por veículos automotores de via terrestre.

Dessa maneira, se uma pessoa sofrer um acidente dentro dessas circunstâncias, será possível dar entrada no seguro. Se por algum acaso o motorista não esteja em dia com o pagamento do tributo, os custos relacionados ao pagamento do seguro DPVAT poderão sair do seu próprio bolso.

Para quem sofre o acidente, o Seguro DPVAT oferece três tipos de coberturas. Essas cobertas são disponibilizadas em três casos diferentes, como você poderá acompanhar a seguir:

  • Em casos de invalidez temporária ou permanente

Em casos em que o acidentado fica invalidado de trabalhar em decorrência do acidentado, ele deverá receber uma coberta de até R$ 13.500 reais dependendo da gravidade da situação.

  • Casos de morte

Caso a vítima vir a falecer em decorrência do acidente, o seu conjugue ou família deverá receber uma cobertura de R$ 13.500. Para dar entrada no seguro, o parente ou conjugue deverá apresentar os documentos que comprovem a relação entre as partes.

  • Custos Médicos

Caso seja necessário gastar dinheiro com exames e remédios, a vítima poderá dar entrada no DPVAT. Nessas situações, a vítima poderá receber uma cobertura de até R$ 2.700. O valor a ser pago vai depender da gravidade da situação.

Por isso é muito importante manter o pagamento do DPVAT SP em dia. Para saber como consultar o valor a ser pago, continue lendo para aprender.

Seguro DPVAT

Seguro DPVAT

Reply